AO VIVO
Auto Programação
Liberal FM

FONE LIBERAL

WHATSAPP LIBERAL

BAIXE NOSSO APP

MÍDIAS SOCIAIS

Advogados convencem jurados e acusado de duas Tentativas de Homicídio é absolvido em Panorama

Marcos Maia

Da redação

Em sessão do Tribunal do Júri da Comarca de Panorama, presidida pelo magistrado, doutor Luis Henrique Siqueira Silva, da 1ª Vara, que aconteceu nesta terça-feira, 16, no Fórum daquela cidade, os advogados Edson Moura Cordeiro e Emerson Luiz Barbosa dos Santos, trabalharam como defensores do réu denunciado em duas Tentativa de Homicídio e conseguiram convencer os jurados que decidiram pela absolvição.

Os advogados de defesa durante o juri sustentaram a tese absoluta de que o réu agiu em legitima defesa da vida e sob violenta emoção logo após injusta provocação das duas vítimas e requereram também o afastamento da qualificadora do recurso que teria dificultado a defesa dos ofendidos.

Segundo o advogado Emerson dos Santos, os jurados composto por três mulheres e quatro homens, acolheram a tese defensiva e decidiram pela absolvição.

A acusação contra o réu ficou a cargo da Promotora de Justiça, Rafaela Trombini, que manifestou-se pela tese de desclassificação dos crimes de homicídio qualificado para lesão corporal de natureza leve em virtude da vítima ter sido ferida com um tiro n coxa e por lesão corporal de natureza grave tendo em vista a vítima ser atingido com um tiro no antebraço.

Segundo o advogado Emerson, ainda no julgamento uma das vitimas no caso prestou depoimento de forma virtual direto da penitenciária por estar preso acusado de furto.

Conforme a denúncia, o fato teria ocorrido em 18 de fevereiro de 2019, no bairro Vista do Lago, em Panorama, quando o réu no processo teria tentado matar dois irmãos, por recurso que dificultou a defesa das vítimas, com disparos de arma de fogo, e que foram alvejados, um com um tiro na região posterior da coxa e o outro com um tiro no antebraço esquerdo, só não se consumando o crime por circunstancias alheias á sua vontade.

De acordo com o advogado Emerson, o Ministério Público apontou como suposta motivação do crime um furto ocorrido no dia anterior aos fatos na residência de familiares do acusado, do qual uma das vítimas figuraria como um dos principais suspeitos.

Ele ressalta que tanto o Ministério Público quanto a defesa manifestaram o desejo de não recorrer da decisão. Durante a instrução processual o acusado ficou preso por 30 dias e por ter bom comportamento, bons antecedentes e residência fixa, respondeu o processo em liberdade.

Na sessão, a defesa do acusado enalteceu os trabalhos da Promotoria de Justiça que atuou como fiscal da lei, na garantia da ordem pública e do interesses sociais. ” Não há o que comemorar, estávamos diante de um caso claro de legitima defesa, por isso ocorreu a absolvição. Acreditamos que a Justiça foi feita, a Polícia Militar e a Polícia Civil cumpriram seu papel. O douto , o Ministério Público e a defensora doutora Francine Barbosa da Silva, que atuaram na fase de instrução processual agiram de forma técnica e adequada e os jurados cumpriram sua valiosa missão”, declararam os advogados Edson Cordeiro e Emerson dos Santos.

FACEBOOK

Contato Ouvinte:
(18) 3822-1218
(18) 99668-9200 (Whatsapp)
liberalfm@liberalfm.com.br

Contato Comercial:
(18) 3821-4340
luisjacon@liberalfm.com.br
luisjacon@hotmail.com

Onde Estamos:
Rua Monte Castelo, 941 – Centro,
Dracena – SP, CEP: 17900-000.

BAIXE NOSSO APP

MÍDIAS SOCIAIS

Liberal FM - Todos os Direitos Reservados.