AO VIVO
Auto Programação
Liberal FM

FONE LIBERAL

WHATSAPP LIBERAL

BAIXE NOSSO APP

MÍDIAS SOCIAIS

'Estudar a demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano', diz geógrafo


“Estudar a demografia de Presidente Prudente (SP) pode ser importante para o planejamento urbano”, afirmou o geógrafo Eliseu Savério Sposito ao G1 sobre a maior cidade do Oeste Paulista, que completa 104 anos de fundação nesta terça-feira (14).

A partir de estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população de Presidente Prudente chegou a 220.599 habitantes em 2014, sendo considerado o 36º município mais populoso do Estado de São Paulo, que representa uma densidade populacional de 367,7 habitantes por km². Para 2021, o IBGE estimou a população da cidade em 231.953 habitantes.

Ao G1, o geógrafo Eliseu Savério Sposito explicou que, voltando um pouco no tempo, no Censo de 2000, 48,22% da população eram homens, ou seja, 91.797 habitantes, e 51,78% eram mulheres, isto é, 97.389 habitantes.

De acordo com o especialista, cerca de 97,91%, que representa 185.229 habitantes viviam na zona urbana e 2,09%, ou seja, 3.957 habitantes na zona rural.

“A demografia de Presidente Prudente pode, também, ser apresentada por meio do IDH-M [Índice de Desenvolvimento Humano Municipal], definido pelo PNUD [Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento], como alto pois, em 2010, equivalia ao índice 0,806, o 13º maior do Estado de São Paulo”, acrescentou ao G1.

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Em 2019, Sposito disse ao G1 que o pessoal ocupado com empregos formais equivalia a 77.020 mil pessoas, ou seja, 3,7 % da população municipal. Além disso, em 2019, havia 29,8% das pessoas com rendimento médio mensal per capita de até meio salário mínimo.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Presidente Prudente é considerado, segundo o geógrafo, alto pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

“Seu valor no ano de 2010 era de 0,806, sendo o décimo terceiro maior do estado, à frente da capital, São Paulo. A renda per capita era, em 2010, igual a R$ 14.652. Em 2018, o IBGE calculou o PIB [Produto Interno Bruto] per capita em R$ 35.207, levando em consideração a economia como um todo”, explicou.

A incidência da pobreza, medida pelo IBGE, era de 14,47%. Ainda segundo o IBGE, em 2000, a população prudentina era composta por 135.104 brancos (71,41%); 7.045 negros (3,72%); 39.965 pardos (21,12%); 194 indígenas (0,10%); 5.777 amarelos (3,05%); além dos 1.100 sem declaração (0,58%).

“Como não tivemos o Censo de 2020, que poderá ser realizado em 2022,, os dados demográficos mais recentes só podem ser inferidos a partir de projeções que o IBGE publica, por exemplo, 230.371 habitantes é a estimativa da população prudentina para 2020”, acrescentou ao G1.

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

O especialista ainda destacou um dado importante sobre a mortalidade infantil.

“[O índice é de] 10,11 óbitos por mil habitantes em Presidente Prudente. Para comparar, na Argentina era de 9,8 óbitos por mil habitantes no mesmo ano. Em 2018, no México, era de 11,3”, disse.

Sposito também afirmou que estudar a demografia em Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano.

“Por exemplo, por meio de dados dos censos demográficos, é possível verificar, utilizando dados dos setores censitários, a densidade demográfica da população escolar para a distribuição dos estudantes em relação às escolas existentes. Por outro lado, utilizando dados socioeconômicos, podem ser detectados os bairros com maior ou menor poder aquisitivo, o que pode induzir o poder público a investir em infraestrutura”, enfatizou.

A população refere-se ao conjunto dos habitantes de determinado lugar, região, país.

Eliseu Savério Sposito, geógrafo  — Foto: Cedida

Eliseu Savério Sposito, geógrafo — Foto: Cedida

“Quando se trata da estatística, a população é o conjunto de todos os elementos estudados por meios quantitativos ou qualitativos. De maneira mais geral, população refere-se ao conjunto das pessoas que compõem uma categoria particular, por exemplo, população indígena, população escolar, entre outras. A palavra pode indicar, também, o conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que habita determinada área, em determinado tempo, o que pode se aplicar à biologia”, explicou ao G1.

Você já deve ter se perguntado como cada pessoa, com suas características pessoais e únicas, pode contribuir para a diversidade demográfica de Presidente Prudente. Segundo Sposito, não é a pessoa que contribui para a diversidade demográfica, mas a diversidade demográfica da população é que pode se rebater em comportamentos, costumes e ações.

“A diversidade demográfica pode se manifestar nas habilidades de cada um, seja na escola, no trabalho, e na criatividade de cada um, como habilidades no trabalho, nas artes, música, teatro, que, de forma geral, representa a pluralidade e a possibilidade de criatividade das pessoas”, pontuou ao G1.
Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Ainda de acordo com o especialista, a diversidade populacional pode contribuir com a diversidade cultural.

“Em Prudente, por exemplo, as festas nikkeis, as manifestações do carnaval, entre outros elementos, podem significar a herança cultural de diferentes grupos étnicos. Por outro lado, sabe-se que os ganhos per capita dos pretos é menor que dos brancos, que das mulheres é menor que dos homens, o que indica rebatimento da tendência nacional”, disse ao G1.

A importância da diversidade, segundo o geógrafo, pode ser inferida pela variedade de manifestações culturais e nos costumes do dia a dia. As práticas e habilidades podem ser diferenciadas e, se aceitas pelas pessoas, gerar empatias e compreensão das diferenças.

“Como Presidente Prudente segue a tendência brasileira, a diversidade ocorre, também, na cidade, com maior proporção das populações que se declaram brancas, pardas e pretas. A miscigenação decorrente das imigrações gerou sincretismo cultural, ou seja, hábitos e costumes, e religioso que confirmam a diversidade. A convivência na diversidade leva a aprendizado constante e crítico porque exige aceitação, adaptação, respeito e compreensão, o que pode propiciar a elaboração de políticas de inclusão social. A diversidade, portanto, manifesta-se no dia a dia e em todos os espaços, seja, eles familiar, escolar, do trabalho, do consumo”, acrescentou.

Segunda dados do IBGE, em 2000, a população prudentina era composta por 135.104 brancos (71,41%); 7.045 negros (3,72%); 39.965 pardos (21,12%); 194 indígenas (0,10%); 5.777 amarelos (3,05%); além dos 1.100 sem declaração (0,58%).

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira

Estudo da demografia de Presidente Prudente pode ser importante para o planejamento urbano — Foto: Reprodução/TV Fronteira



Fonte: G1

FACEBOOK

Contato Ouvinte:
(18) 3822-1218
(18) 99668-9200 (Whatsapp)
liberalfm@liberalfm.com.br

Contato Comercial:
(18) 3821-4340
luisjacon@liberalfm.com.br
luisjacon@hotmail.com

Onde Estamos:
Rua Monte Castelo, 941 – Centro,
Dracena – SP, CEP: 17900-000.

BAIXE NOSSO APP

MÍDIAS SOCIAIS

Liberal FM - Todos os Direitos Reservados.